Número total de visualizações de página

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Data


Tempo de solidão e de incerteza 
Tempo de medo e tempo de traição 
Tempo de injustiça e de vileza 
Tempo de negação

Tempo de covardia e tempo de ira 
Tempo de mascarada e de mentira 
Tempo que mata quem o denuncia 
Tempo de escravidão 

Tempo dos coniventes sem cadastro 


Tempo de silêncio e de mordaça


Tempo onde o sangue não tem rasto 


Tempo de ameaça 


Poema de Sophia de Mello Breyner 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.