Número total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de março de 2012

Vai ser choradeira na certa...


Ando danada para ver este filme sobre a musa da minha adolescência, da qual lia os poemas num livro da minha avó materna, que nasceu pouco depois dela e que também ela era "a que no mundo anda perdida, (...) a que na vida não tem norte, (...) a irmã do Sonho, e desta sorte, (...) a crucificada... a dolorida..."

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.