Número total de visualizações de página

terça-feira, 2 de agosto de 2011

E ainda digo para mim própria que se quiser não preciso de ti...

Quem é que contas enganar Violeta?
Hoje estás a sofrer e eu estou a sofrer contigo. Longe e de pestana aberta a noite toda. Longe e a escrever que gosto de ti e que vai tudo ficar bem. Desejando muito que assim seja, mas sem poder para alterar absolutamente nada. Sem palavras, fico sem palavras, não consigo usar as palavras. Só queria colocar a minha mão na tua nuca e olhar para ti. Deixava de ter uso para as palavras e podia ser que a tristeza te abandonasse um pouco.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.