Número total de visualizações de página

sábado, 13 de agosto de 2011

Dia 4 - O dia dos ismos

A intenção inicial era passar o dia no Louvre, mas a espera estimada em 3h fez-me logo mudar de ideias. Troquei esta fila pela fila do Museu D´Orsay, que sempre era mais pequena e teve a singela duração de 1h. As alegrias de Paris no mês de Agosto...

Mas o Museu D´Orsay nunca desilude! Ainda gostei mais do que da primeira vez. Munida do audio-guia, desta vez em inglês, comecei a minha visita.


Por motivos vários e com todos os ismos à mistura, foram estas as obras que me ficaram na retina:

A Primavera - Ingres

Os Romanos da Decadência - Couture

Enterro em Ornans - Courbet

O Estúdio do Pintor - Courbet

O Encontro - Marie Bashkirtseff

Dançando no Moulin de la Galette - Renoir

Pequeno-almoço na Relva - Manet

 
Berthe Morisot com um Ramo de Violetas - Manet

E depois? Depois foi regressar para o hotel, pois o pára-arranca dos museus dá cabo das pernas a uma pessoa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.